Snowboard / Ski no Ano Novo.

January 18, 2018

Dicas para comprar e vender um carro na AUSTRÁLIA

December 27, 2017

Subindo o Vulcão Villarrica – Pucón no INVERNO! c/ Snowboard

December 14, 2017

1/4
Please reload

Posts Recentes:
Inscreva-se

Avaliação Centro de Ski Nevados de Chillán

29/11/2017

 

 

 

Nevados de Chillán é uma ótima escolha para ir andar de snowboard. O seu terreno é grande e incrivelmente divertido, repleto de pulos e obstáculos naturais. Lifts lentos e problemas de infra limitam um pouco o resort, mas com variadas pistas e opções, Chillán consegue agradar a todos.

 

 

EXPERIÊNCIA 4/5

VISUAL 3,5/5

INICIANTE 3,5/5

INTERMEDIÁRIO 4,5/5

EXPERT 3/5

OFF-PISTE 4/5

 

 

Tempo de estadia

3 dias em Agosto na temporada 2017

 

Condições da neve e meteorológicas

Peguei dias de sol depois de uma tempestade de neve, bastante umidade, neve úmida e meio pesada.

 

Ficha técnica

 

Número de lifts ( teleféricos) : 13
Número de pistas regulamentadas: 32

Parks: 0 - 2

Principiantes 20% Intermediários 30% Avançado 30% Expert 20%

Variação vertical: 700 metros

Pista mais longa: 13 km ( Las Tres Marias !!! )
Domínio esquiável: 1223 hectares

Media de neve por ano: 10 metros

Elevação na base (hotel): 1540 metros

Elevação mais alta com acesso de lift: 2500 metros

Acesso: De Santiago, 5-6 horas de carro. De Concepcion, 2:30hrs. De Temuco, 4:30h.

 

 

Nota: A experiência em uma estação de ski depende de diversos fatores, da neve, da meteorologia, da época do ano e da duração da sua estadia. Nas minhas avaliações eu sempre informarei como foram as minhas condições e procurarei ser justo. Mas é importante saber que quando se trata de montanhas, nada é garantido e as experiências podem variar muito.

 

Nota2: Não são em todas viagens que eu tenho acesso a todo universo de uma estação, as vezes posso ou não me hospedar no hotel do local, gozar ou não dos bares e festas. De forma que em todos meus reviews eu sempre falarei do que eu vivenciei, peço desculpas se algo faltar. Em Chillán, dormi na minha van no estacionamento, não sai a noite nem conheci bem as instalações dos hotéis.

 

Nota3: Nevados de Chillán é uma estação bem grande, 3 dias acabaram não sendo o suficiente para conhecer e julgar absolutamente tudo, mas deu pra ter uma boa ideia.

 

*Sempre ao praticar Off Piste tenha consigo 1 Transceiver (Radar) 1 Pá e 1 Probe, pode salvar a sua vida e a de outros em caso de avalanches.

 

 

O  REVIEW

 

 

 

Experiência 4/5

 

Chillán é maneiríssimo, inclusive, teria tudo para ser um dos melhores destinos de inverno da América do Sul. Falta de investimento na infraestrutura, acesso um pouco inconveniente e ausência tanto de pistas mais íngremes quanto de Parks acabam impedindo que a estação atinja seu potencial.

 

Dito isso, é uma ótima montanha. A primeira coisa que impressiona é o seu tamanho, bem maior que eu esperava. O terreno inteiro é repleto de obstáculos naturais que tornam o local ideal para se divertir com um snowboard.

Uma combinação de uma queda anual de neve considerável com semanas pouco frequentadas e um terreno amplo permite que quase sempre se encontre neve intocada para traçar suas linhas, a neve, porém, muitas vezes é meio úmida.

Os programas e áreas Off-Piste oferecem bastante diversão e são ótimos para começar a explorar esse lado do esporte. Por ultimo, belos visuais e termas para relaxar depois do fim do dia tornam esse lugar bem agradável.

 

 

Visual 3,5/5

 

 

 

O caminho até Nevados de Chillán já é bem bonito. Chegando em Las Trancas, a vila mais próxima, se contempla uma cachoeira incrível no horizonte. As vistas das montanhas são amplas e contam com uma infinidade de picos andinos. Eventuais bosques deixam toda a estação bem bonita, fumaças brancas das termas naturais no vulcão próximo ainda tornam o visual mais interessante.

 

Por último o próprio vulcão no qual fica a estação é interessante, além de com certa regularidade cuspir uma assustadora fumaça negra que você possivelmente acreditará ser uma erupção, na primeira vez que eu vi (vídeo abaixo) achei que ia ter que fugir pela minha vida, mas os locais afirmam que isso acontece com frequência.

 

 

 

 

 

Para iniciantes 3,5/5

 

 

Embora eu não possa falar da escola de ski/snowboard de Chillán, fator muito importante parta os iniciantes. Posso dizer que o terreno em si é muito interessante para aprender o esporte. As pistas verdes e áreas de introdução ao esporte são amplas e suaves, ainda que meio cheias. O grande atrativo para esse nível, para mim, é a potencial progressão para as pistas intermediárias. Com alguns dias treinando, é bem provável que você esteja pronto para se arriscar em umas pistas mais desafiadoras.

As pistas desse nível, inclusive as menos íngremes, estão espalhadas por todo resort, convidando você a conhecer diversas áreas e ter um gostinho pela exploração que o esporte viabiliza.

 

 

 

Terreno intermediário 4,5/5

 

 

 

Para inicio de conversa, Chillán conta com a maior pista da América do Sul, as Três Marias, uma pista intermediaria com impressionantes 13 km bem maneira que certamente você repetirá várias vezes, tanto o início dela como outras partes beiram uns trechos off-piste mais simples, que podem acabar tentando você a agradáveis explorações. Além disso, o terreno do resort é muito grande e mesmo suas partes mais avançadas não são tão complicadas ou íngremes, permitindo variar de terreno e explorar boa parte da estação apenas com esse nível.

Em suma, nesse nível várias e interessante pistas estarão disponíveis para você, garantidamente você curtirá seu tempo em Chillán.

 

 

Terreno Expert 3/5

 

 

Chillán conta com ótimas pistas intermediárias e ainda diversas opções de Off-piste, mas as pistas mais difíceis em si deixam um pouco a desejar. Não encontrei nada muito interessante para esse nível, as pistas não são tão íngremes nem tão boas. A galera desse nível, porém, vai poder arriscar nas áreas Freeride e Off-piste de Chillán. Para o pessoal que tem receio de sair da pista, as áreas são bem controladas e oferecem uma boa iniciação nesse universo do esporte, então aventure-se!

 

 

Off-Piste / Fora de Pista 4/5

 

 

 

Nesse quesito Chillán é bem interessante, a estação orgulhosamente categoriza duas grandes secções do terreno como “Área Freeride” e ainda oferece um programa Backcountry ( áreas isoladas fora do resort ) com motos (foto) ou tratores de neve (snowdog & snowcat).

 

As áreas Freeride são bem divertidas, amplas e com terrenos variados, desde áreas com mais vegetação a cânions bowlzados ou secções mais amplas. Nelas é possível encontrar uma série de obstáculos naturais, como jumps e grandes drops.

 

Uma secção que eu só descobri no último dia mas que eu me marcou muito foi a “Garganta do Diabo” (ou algo similar) -- do início das Tres Marias, segue-se para direita em direção a um lugar chamado “refúgio”, antes do refugio você encontra a garganta, uma área pouco visitada, usualmente com neve intocada, ampla e com boas descidas, muito irada.

 

Outro pico que eu curti muito foi a pedra do Elefante, perto da qual existem um drops animais, desde pequenos até enormes ( foto, posição indicada no vídeo dos lifts), com landing (pouso) íngreme e pouco visitada, ou seja, costuma ter neve o suficiente para permitir que você tente um drop um pouco maior.

 

 

O legal dessas áreas, e de Chillán como um todo, é que as explorando é possível encontrar neve virgem um bom tempo depois das nevascas, ainda que o terreno não seja excepcionalmente desafiador.

 

Por último o programa Backcountry, eu só pude experimentar o snowdog (moto de neve), por que para usar o snowcat (trator) eram necessários 4 pagantes, o que não rolou pra mim.

 

Snowdog ( moto de neve )

 

Eu confesso ter ficado com opiniões conflitantes sobre o programa, subir na moto e a área isolada que você acessa tornam a experiência legal, lá em cima, a neve é intocada e você tem 1 hora para descer quantas vezes quiser, só que não.. Chegar lá em cima com a moto dura por volta de 16 minutos, lá em cima você provavelmente não vai querer descer bombando de velocidade, vai querer aproveitar ao máximo o terreno! De forma que descer e voltar a subir se prova possível no máximo 3 vezes, e isso se descendo muito rápido, eu subi apenas 2..

Partes do terreno são divertidas, mas em geral é uma parte da montanha com pouca inclinação, no final você encontra uma única descida íngreme antes de ter que pegar a moto novamente, mas ela é curta e não é nada demais. No fim das contas o programa é divertido, mas não é nem incrível nem radical e custa um preço salgado, eu não tenho certeza de quanto, mas lembro de ser em torno de USD70.

 

 

*Sempre ao praticar Off Piste tenha consigo 1 Transceiver (Radar) 1 Pá e 1 Probe, pode salvar a sua vida e a de outros em caso de avalanches.

 

 

                                                                                                   

Park

 

"A montanha inteira é um Park natural, lotada de jumps, drops e obstáculos criativos, maravilhoso para dar uma brincada com o snowboard."

 

 

Falam de um grande Park em Chillán, eu não vi, me disseram que a neve tinha impedido sua construção, mas já era agosto e se eles quisessem o Park poderia estar lá. O que escutei, foi que ele basicamente existe durante períodos de campeonatos e ocasiões especiais.

 

Durante a minha estadia, havia um Park minúsculo para iniciantes, com uma ou duas box (caixa ampla para introduzir o corrimão) e uns pulos muito pequenos. Em compensação, a montanha inteira é um Park natural, lotada de jumps, drops e obstáculos criativos, maravilhoso para dar uma brincada com o snowboard.

 

 

 

 

Teleféricos (lifts) e filas

 

 

Toda a estação de Nevados de Chillán fica na encosta de um vulcão. Não surpreendentemente isso serve de desculpa para não se investir em infraestrutura. Mas dado que não é incomum avistar fumaça vulcânica saindo dos seus picos, é uma desculpa um tanto crível. Por causa disso, os lifts são bem velhos e lentos.. Um em específico, o Tata, é bem devagar e cobre uma longa distância.

 

 

No meu primeiro dia, quase enlouqueci quando combinei esses lentos lifts com filas enormes, eu fui descobrir depois é que aquele dia era um feriado escolar no Chile que dava margem pra emendar no fim de semana, então era uma situação atípica.

 

 

Nos outros dias não encontrei nenhuma fila e fui informado que essa era a normalidade. Os lifts são demorados, mas as pistas também podem ser, no fim das contas, é bem de boa se acostumar com a situação, só não va esperando “high speed quads”(lift ultra veloz).

 

 

As Termas

 

"um frio infernal e não tem vestiário nem nada, você acaba tendo que sair das deliciosas termas ao ar livre, se secar e se trocar rapidamente enquanto combate um frio desconcertante" ( no Valle Hermoso )

 

Antes de ser famoso pelo seu centro de Ski, Chillán era visitado por causa de suas termas naturais. Agua fervendo é escoada dos vulcões e usada para nosso entretenimento. Lá tem dois lugares mais famosos de termas, um que fica no hotel de luxo situado na montanha e outro na estrada a caminho do resort. O primeiro, no hotel, fecha as 17:00 durante a semana, ou seja, ou você anda de snow durante a tarde ou curte as termas, previsivelmente eu não conheci essas termas.

 

O outro lugar, fica na estrada em um local chamado Valle Hermoso (foto) , bem roubada, um frio infernal e não tem vestiário nem nada, você acaba tendo que sair das deliciosas termas ao ar livre, se secar e se trocar rapidamente enquanto combate um frio desconcertante. Meio desagradável, uma vez para nunca mais.

 

Em conclusão, as do hotel devem ser ótimas mas fecham cedo, mas dado que o nome do local costumava ser Termas de Chillán e não Nevados de Chillán, achei essa parte decepcionante, até porque perto de praticamente todas montanhas no Chile você encontra termas naturais ou piscinas aquecidas, as de Chillán não me impressionaram, mas também não fui nas mais famosas.

 

 

 

 

OBS: Existe um passeio para uma piscina completamente natural no meio do vulcão, boa parte das explorações do vulcão estavam interditadas durante minha estadia por risco de erupção, mas imagino que esse seja um programa e tanto.

 

 

Acomodação

 

Como citei na nota no início do artigo, durante minha estadia em Nevados do Chillán dormi na minha van e não conheci hotéis. Os hotéis no centro de ski pareciam bons, especialmente o que é lar para as termas. Outra opção, mais barata porem confortável é ficar em Las Trancas, é muito perto para se dirigir e ainda rolam uns transfers que podem ser organizados. O importante mesmo é NÃO FICAR NA CIDADE DE CHILLÁN!! A cidade fica a 80 km e a estrada não é particularmente rápida. Já tive amigos que cometeram esse erro.

 

 

 

Acesso

 

A melhor opção vindo do Brasil é comprar voo para Concepcion e de la pegar um transfer ou ônibus. Eu dirigi até lá, embora distante de Santiago, as estradas são ótimas.

 

De qualquer maneira, achei um artigo incrível que cobre tudo sobre o acesso até Chillán, muito melhor do que eu poderia fazer. Não só isso, mas também falam dos ônibus e meios de transporte entre a vila de Las Trancas e o centro de ski Nevados de Chillán.

Para mais informações sobre o acesso a estação, confira o excelente post do blog zigadazuca 

 

 

 

As boas

 

  • Montanha grande e super divertida

  • Grande versatilidade de movimento para o nível intermediário

  • Áreas Freeride e programas Backcountry interessantes

  • Algo para todo mundo

  • Repleta de drops e jumps naturais

  • Maior pista da América do Sul ( 13 km )

 

 

As bads

 

  • Lifts lentos e antigos

  • Poucas pistas íngremes

  • Descaso com seus Parks

 

 

 

 

 

Tempo sugerido: 1 semana

 

Eu recomendo e voltaria.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Leopoldo Bueno é o fundador do Weego 

Quem é? 
  • Posts!
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
Aonde tá? 

Innsbruck, AUT

Mari Vergueiro é colaboradora do Weego 

Quem é? 
  • Posts!
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
Aonde tá? 

Cairns, AUS

© 2017 by Weego.

  • Grey Instagram Icon

é um projeto que nasceu do fascínio por viagens, culturas e aventuras.

Viajar é tanto momento quanto memória, tanto expressão quanto reflexão.

Weego